JOGO P/ PS3 NEED FOR SPEED RIVALS

[4360]
Desconto: 41%
Preço: R$169,00 R$99,00
Em 3x sem Juros
Ver
Jogo de mundo aberto quase todos os jogos da série aplicam as mesmas regras e mecânicas: o jogador controla um carro de corrida numa variedade de circuitos e o objectivo é ganhar a prova. No modo torneio/carreira, o jogador tem de ganhar várias provas para assim poder desbloquear mais veículos e circuitos. Antes de cada prova o jogador escolhe um veiculo, e a opção se quer transmissões manuais ou automáticas. Todos os jogos da série têm uma forma de modo multijogador, que permite competir com outro jogador via ecrã dividido, LAN ou Internet.

Apesar de todos os jogos partilharem o mesmo nome, o seu foco e tom pode variar significativamente. Por exemplo, nalguns jogos os carros sofrem danos físicos, tanto mecânicos como visuais, enquanto que noutros não há quaisquer danos; nalguns jogos é simulado o comportamento real dos carros (físicas), enquanto que noutros não, as físicas são mais esquecidas.

Com o lançamento de Need for Speed: Underground, a série mudou de uma cena de carros desportivos com circuitos de A-para-B, para a sub-cultura tuning e corridas de rua num ambiente urbano nocturno. À data, este tema permanece predominante na maior parte dos jogos seguintes. Underground deu um novo reinicio à série, ignorando por completo os anteriores jogos Need for Speed. Foi o primeiro que ofereceu um modo carreira com uma história incorporada, e uma garagem que permite aos jogadores alterar os seus carros com várias marcas tanto ao nível mecânico como visual.

O conceito tuning envolveu em cada novo jogo, desde focar-se apenas nas mecânicas do carro até aos aspecto visuais deste. As opções incluem por exemplo modificações no ABS, controlo de tracção e downforce, ou melhorias em certas partes como o motor e a caixa de velocidades/mudanças. Depois do lançamento de Need for Speed: Underground 2, os aspectos visuais do carro tornaram-se importantes no modo carreira/torneio, onde a aparência é classificada desde zero a dez pontos. Quando o carro tem uma classificação visual elevada, é escolhido para entrar na capa de uma revista fictícia.

Need for Speed: Shift e Shift 2: Unleashed aproximaram-se da simulação de corrida, com circuitos reais fechados como Nürburgring e Laguna Seca, e circuitos de rua fictícios em cidades como Londres e Chicago. A lista de carros combina classes exóticas, desportivas e tuners, em adição a carros especiais de corrida.

Muitos jogos da série têm de uma ou outra forma perseguições policiais. Nalguns jogos o jogador tem até a possibilidade de escolher se quer conduzir o carro da policia ou o do criminoso. Need for Speed III: Hot Pursuit foi o primeiro título da série que dava a possibilidade de escolher o carro de policia, embora apenas na versão Microsoft Windows. Já nas consolas tal opção apareceu pela primeira vez em Need for Speed: High Stakes para a versão PlayStation. Os conceitos de drift e drag foram introduzidos em Need for Speed: Underground. Estes mecanismos novos foram incluídos no modo carreira/torneio para além das corridas de rua. Nas corridas drift, a vitória é dada a quem tiver mais pontos, ganhos pelo tamanho e duração de cada drift feito pelo carro do jogador.[8] Nas corridas drag, o objectivo é acabar o circuito para ganhar, mas se o jogador tiver algum acidente a corrida acaba.

Como todos os jogo de corrida automóvel, a série Need for Speed tem uma lista de carros, modelados e nomeados a partir de carros reais. Os carros são divididos em quatro categorias: exóticos, muscle, tuners e especiais. Exóticos são carros de alta performance e caros, como o Lamborghini Murciélago, Mercedes-Benz SLR McLaren, Chevrolet Corvette e o Ford GT; os muscle podem ser por exemplo o Ford Mustang, Dodge Challenger e o Chevrolet Camaro; e os tuner são mais dirigidos a marcas japonesas como o Nissan Skyline e o Mitsubishi Lancer Evolution. Os especiais tanto podem ser civis como da policia e estão disponíveis nalguns jogos, como o Ford Crown Victoria em Need for Speed: Hot Pursuit e camiões, táxis e veículos de bombeiros em Need for Speed: Carbon.

Originalmente a série tinha como ambiente locais internacionais, com circuitos na Austrália, Europa e África. A partir de Underground, o cenário tem lugar em cidades metropolitanas fictícias.

O primeiro jogo tinha trânsito no modo "vs", enquanto que nos jogos seguintes o trânsito pode ser desligado se o jogador o desejar. Começando em Underground, o trânsito é um obstáculo fixo.
Compartilhar por E-Mail
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Fazer comentário

Comentários

Ainda não há comentários para este produto.
Marcas
Nossa Newsletter
Insira seu e-mail e fique por dentro de ofertas e novidades
Facebook